10/7/11

Canal Hollywood destaca Clint Eastwood em Outubro


O Canal Hollywood exibe ao longo de Outubro oito filmes de Clint Eastwood, todos em HD, entre os dias 4 e 19, às 21.30 h: “Na linha de fogo”, “Um crime real”, “As pontes de Madison County”, “O justiceiro solitário”, “O sargento de ferro”, “Meia noite no jardim do bem e do mal”, “Cadillac Cor-de-Rosa”, “Caçador branco, coração Negro”. Mas que festim! Não estão aqui os meus prediletos, mas isso não me importa nada. E até estão dois que ainda não vi, precisamente os últimos. Hoje não vou escrever sobre os filmes embora neste blogue estejam textos sobre filmes de/ou com Clint Estwood, aqui ou aqui ...As sinopses são retiradas deste site , não foram escritas por mim. Leiam e façam a vossa escolha.

Na linha de fogo
Frank Horrigan (Clint Eastwood) é um duro agente veterano dos Serviços Secretos, perseguido por sentimentos de culpa e derrota desde o assassinato de John F. Kennedy. De serviço nesse dia fatídico, Horrigan sente que devia ter agido mais rapidamente e ter sido ele a receber a bala destinada ao Presidente.
Trinta anos depois, o actual Presidente dos Estados Unidos encontra-se em campanha de reeleição e Horrigan foi chamado a auxiliar no que deveria ser uma operação de busca de rotina. Contudo, quando ele descobre que Mitch Leary (John Malkovich), um assassino profissional e mestre do disfarce, se encontra no rasto do Presidente, a missão transforma-se num jogo mortal do gato e do rato. Leary usa os seus conhecimentos do acontecido em 1963 para torturar mentalmente Horrigan no duelo psicológico que se segue - um duelo que acabará por colocar Horrigan "Na Linha de Fogo".

Um crime real
Alcoólico, rabo-de-saia, pai desnaturado. Poderia criar a sua própria lista de defeitos do repórter Steven Everett, mas não há tempo. Um prisioneiro no Corredor da Morte de San Quentin tem execução marcada para a meia-noite, um homem que Everett descobriu que está inocente.
No seu 21º filme como realizador e 41º como actor principal, Clint Eastwood representa de forma memorável o papel de Everett. Este é um inteligente thriller sobre a luta contra o tempo. Contando ainda com as participações de Isaiah Washington, Denis Leary, Lisa Gay Hamilton, James Woods, Diane Venora entre outros, esta história de suspense mostra-nos, por um lado, o drama da família do detido e, por outro, o desespero de Everett para o salvar... e talvez salvando, também, a sua vida pessoal de ir por água abaixo. Everett está apressado, determinado e tantando não se auto-destruir. E o relógio não pára.

A pontes de Madison County
Robert Kincaid, jornalista fotográfico da National Geographic e Francesca Johnson, uma dona de casa do Iowa, não estavam à procura de qualquer reviravolta nas suas vidas. Cada um já tinha chegado a um ponto da vida em que as expectativas pertenciam ao passado. Contudo, quatro dias depois de se conhecerem não querem perder o amor que encontraram. Meryl Streep premiada com Oscares da Academia (foi nomeada pela 10ª vez por esta interpretação) e Clint Eastwood (que produziu e realizou o filme) encantam com uma brilhante e poderosa interpretação dos personagens criados pelo escritor Robert James Waller neste best-seller de amor, decisões e consequências. O Entertainment Weekly afirma: "Streep e Eastwood, tanto em imagem como em espírito, estão tão perfeitos que parecem sair das páginas do livro". Também perfeitos estão os pequenos detalhes e as grandes emoções do grande amor de uma vida. Com sorte, mais cedo ou mais tarde, um amor destes acontece na vida de cada um. Para Robert e Francesca foi tarde. Mas foi glorioso.

O justiceiro solitário
Em O Justiceiro Solitário, Clint Eastwood volta à sela após nove anos - numa altura em que os filmes Western estavam de novo em voga. Aqui, o actor/realizador apresenta-nos um filme espectacular na tradição dos grandes clássicos Shane e O Comboio Apitou Três Vezes.
Após o grande proprietário mineiro Coy LaHood (Richard Dysart) iniciar uma campanha de terror de forma a afastar os pequenos exploradores da área, surge Preacher (Eastwood), um forasteiro desconhecido que se integra na zona e apoia os pequenos mineiros, tornando-se o seu vingador. O magnata, por sua vez, contrata um assassino profissional e os seus cães de fila, homens habituados a trabalhar para quem lhes paque mais. E LaHood para em ouro. Mas num duelo que não esquecerá, Preacher, por sua vez, vai pagar em chumbo.

O sargento de ferro
Já não há guerras para combater mas o sargento de artilharia Tom ‘Gunny’ Highway (Clint Eastwood), uma relíquia viva de conflitos passados, ainda não perdeu a vontade de combater.
Clint Eastwood interpreta o papel de Gunny, realiza e produz este filme, a história de um homem que dedicou a sua vida aos Marines. Agora, na véspera da última campanha antes da sua reforma, vê surgirem todas as complicações que até então a disciplina da sua vida militar tinha evitado, graças a um grupo de recrutas rebeldes (entre os quais se destaca Mario Van Peebles), oficiais intransigentes e uma provocante ex-mulher (Marsha Mason) pela qual continua apaixonado.
Heartbreak Ridge é um drama militar nu e cru, e uma das interpretações mais marcantes da carreira de um Clint Eastwood no auge da sua carreira.

Meia noite no jardim do bem e do mal
John Kelso (John Cusack), um escritor e jornalista de Nova York, vai até Savannah, Geórgia, para cobrir a festa de natal de Jim Williams (Kevin Spacey), um noveau-riche (segundo ele mesmo) que se tornou a pessoa mais importante da cidade. Durante a festa na casa do milionário Kelso, sem ter noções de certos fatos, presencia uma briga entre o anfitrião e Billy (Jude Law), que parecia não ter tido grandes consequências. Mas, um pouco mais tarde, ele fica sabendo que Jim matara Billy, com quem tinha uma ligação íntima. Deste momento em diante tudo em Savannah passa a girar em torno do julgamento e Jim, que alega legítima defesa, espera usar seu prestígio e poder para ser absolvido, mas parece que tanto a defesa quanto a acusação decidiram mascarar a verdade de todas as formas, para terem um veredicto favorável.

Cadillac Cor-de-Rosa
Tommy Nowak (Clint Eastwood) é um experiente caçador de prémios, um homem que consegue sempre apanhar as suas presas - antes mesmo que a tinta nos sues novos documentos falsos seque. Mas será ele capaz de apanhar uma mulher (Bernadette Peters) com um bebé às costas, 250 mil dólares na bagageira do seu cadillac cor-de-rosa 1959 roubado, e um bando de loucos armados até aos dentes no seu alcanço?
Nas mãos de mestre de Eastwood, Nowak torna-se num DJ de rádio, num palhaço de rodeo e num vigarista em Las Vegas, para alcançar o seu alvo. Mas entretanto e para complicar as coisas a sua intrigante prisioneira, Lou Ann (Bernadette Peters), vai-se insinuando no coração de Nowak.
O elenco conta ainda com as excepcionais interpretações de Geoffrey Lewis, William Hickey e Jim Carrey, que antes de ser uma superstar já foi... um comediante de três vinténs em Reno. Um elenco de luxo que contribui para fazer desta comédia romântica um filme a não perder.

Caçador branco, coração negro
Com este filme, Clint Eastwood, no papel duplo de realizador e actor principal, criou um dos filmes mais bem sucedidos de toda a sua extraordinária carreira.
Eastwood é John Wilson, um cineasta inteligente e inspirado - baseado na figura do lendário John Huston - que está decidido a transformar o seu próximo filme, a ser rodado em África, numa aventura pessoal: uma caça ao elefante. Jeff Fahey, Marisa Berenson e George Dzundza encarnam algumas das personagens que o acompanham nesta atribulada e excitante aventura ao coração do continente negro. Uma história memorável com um guião da co-autoria de Peter Viertel, que colaborou intímamente com Huston na rodagem de "A Rainha Africana" em 1950.
Rodado no Zimbabué e em Londres, "Caçador Branco Coração Negro" é uma viagem perigosa ao coração da aventura e aos limites da coragem. Prepare-se para uma caçada inesquecível.

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...