24/04/20

Viagem fantástica!


Vocês viram aquele filme, Viagem fantástica? Um estadista obscurantista e prepotente, é vítima de um atentado biológico nunca reivindicado. Está entre a vida e a morte devido a uma infecção viral cujo agente patogénico se revela particularmente resistente. Os seus conselheiros decidem arriscar uma intervenção cirúrgica pioneira a partir do interior do seu corpo, graças a um processo revolucionário sugerido pela senhora da limpeza, a D. Solange, que tinha a cargo a higiene da Divisão de ciência e tecnologia do departamento e que acumulava ainda um part-time no solário do Presidente. “Atingimos o corpo com uma tremenda intensidade, seja ultravioleta ou apenas uma luz muito poderosa”, disse ela, enquanto limpava os candeeiros de mesa com uma flanela amarela, " trazendo a luz para dentro do corpo, o que pode ser feito através da pele ou de alguma outra maneira”. Logo a seguir, ela teve outra ideia, enquanto desenroscava a tampa da garrafa de lixívia, questionando se seria possível colocá-la em prática: “Vejo o desinfectante, que derruba o vírus num minuto. Um minuto. Haverá alguma forma de fazer algo do género, como injectar ou fazer uma limpeza numa pessoa?" Tony Stark e Elon Musk, formam uma task-force e criam uma espécie de mini- submarino especial. Uma equipa médica chefiada pelo Dr. House é reduzida a dimensões microscópicas e injectada na jugular do ferido com uma seringa. O minúsculo submarino alcança todo o corpo, navegando através de veias e artérias, com passagens pelos pulmões e alvéolos pulmonares, e até pelo coração, borrifando as células com lixívia através de minini-pulverizadores, ao mesmo tempo que envia raios ultravioletas em todas as direcções. Porém, uma sabotadora a bordo do minúsculo submarino quase deita tudo a perder no último momento: trata-se de uma médica convencional que defende que aquele método não se baseia em evidências científicas, "toda uma irresponsabilidade", afirma, que ditará a morte do estadista. O sucesso da operação intitulada "Luz ao fundo da tripa" é posto em causa quando ela se fecha na sala de comando disposta a tudo para salvar o seu presidente, nem que para isso tenha ela de morrer e todos naquela cápsula. Após algumas peripécias, a médica é capturada e acusada de conspirar com os chineses para derrubar o líder da nação mais poderosa do mundo. A arrojada operação de limpeza viral é finalizada com êxito. O estadista sobrevive, o inimigo invisível é vencido. Semanas depois, quando retoma as suas funções, o mundo assiste, estupefacto, ao renascimento de um líder, de pele branqueada. Além disso, ele era agora dono de um pensamento iluminado e capaz de um discurso limpo, o que a todos os cidadãos deixou contagiados. A America voltaria a ser grande, so help me God, disse. Trata-se, claro, de um filme de ficção científica. Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência.

Sem comentários: