7/8/18

Tourada é cultura!

Não, não penso que as pessoas por gostarem dos toiros sejam menos cultas. Manuel Carrilho, um ex-Ministro da Cultura, sempre foi tido por um homem culto, por mais relativo que possa ser o conceito e a prova disso. A avaliar por declarações que fez amiúde na comunicação social também pode ser tido por um valente asno. Não mistureis as coisas. Uma pessoa que gosta de ir aos toiros pode ser tão culta como o Manuel Carrilho, ou até mais, porque a cultura pode ser tudo, tudo o que foi adquirido pelo homem, incluindo as suas crenças e costumes mais bárbaros, e não apenas civilização. Uma pessoa que gosta de ir aos toiros é apenas uma pessoa que gosta de violência mas que não quer assumir e então diz que vai lá por causa da "nobre reconstituição do mito ancestral da luta do homem contra a Natureza", - porque a gente precisa disso como do pão para a boca, claro - da tradição que vem de longe e que não pode acabar, da nossa rica identidade cultural, do amor à raça taurina, da cultura. Cá eu sou menos hipócrita quando afirmo que gosto de ver filmes de kung-fu: eu vou ao cinema ver kung-fu porque gosto de ver porrada da boa. É divertido. Olha lá se ando por aí a justificar-me com a arte do Kung-fu, a origem ancestral das artes marciais, o seu teor filosófico ou espiritual, a identidade cultural chinesa! É que vocês iam mesmo levar-me a sério, deixa! Agora não me venham é dizer que sou estúpida, sim? Isso eu não vos perdoarei.

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...