3/24/16

Cogumelos Portobello recheados e moussaka de berinjela


Cogumelos Portobello recheados


Moussaka de berinjela

E finalmente as minhas impressões sobre mais duas receitas do livro Cozinha vegetariana para quem quer ser saudável!  que o meu sobrinho me ofereceu. A primeira receita que experimentei foi a das bolachas de gengibre e canela, lembram-se?

As fotos do livro são mais bonitas do que estas!  Já cozinhei estes pratos há umas semanas mas não tenho tido oportunidade de fazer o prometido relato. Ora bem, por onde hei-de começar?

O prato de cogumelos Portobello recheados não foi do agrado de toda a gente. Não gostaram do sabor dos cogumelos, apenas do recheio.  Eu gostei do sabor dos cogumelos e do recheio que leva berinjela, curgete, cebola, alho, azeite, molho de tomate e soja e diversas especiarias. A receita é muito simples de fazer e o recheio pode servir para acompanhar outros pratos. 

Tive dúvidas sobre o tratamento a dar ao cogumelo em termos de limpeza. Vi na internet que não devemos mergulhar os cogumelos na água porque absorvem muita. Devem antes ser lavados em pouca água corrente se estiverem muito sujos; se não, podemos usar um pano húmido para os limpar. A parte de baixo deve ser escovada pois apresenta filamentos castanhos. Depois de secos com papel de cozinha podem então ser preparados. O pé, se vier agarrado, pode ser cortado e incluido no preparado.

Já a moussaka de berinjela agradou a toda a gente mas deparei-me com algumas dificuldades. Este prato leva lentilhas vermelhas, berinjelas, curgete, cebola, alho,  tomate e pimento vermelho - excluí o verde - vinho, natas vegetais, molho de tomate, azeite e especiarias. O meu principal problema foi conseguir dourar as fatias de berinjela - comecei na frigideira e acabei no forno. Não sabia se já estavam no ponto! E ficavam cheias de azeite! O mesmo não sucedeu com a curgete. Também achei que as natas tinham demasiado amido de milho e que lhes tinha deitado pouca especiaria, mas aqui a culpa foi minha, tive receio do sabor ser muito forte. O tamanho da berinjela e da courgete também me levantou dúvidas, pois tem de haver um certo equilíbrio entre o recheio e as camadas dos legumes. 

Posteriormente eu procurei na internet como proceder e encontrei a solução para grelhar convenientemente a berinjela. Primeiro deve-se cortar em rodelas finas e deixar em água para perder o tique amargo. Depois de escorrida ela deve ser colocada directamente numa frigideira Teflon, ao lume. A berinjela chupa condimentos com força assim como chupa azeite. Por isso o azeite não deve ser deitado na frigideira e depois as rodelas lá colocadas. Depois de colocadas as rodelas é que se deita o azeite por cima delas e nos intervalos. Ao fim de um tempo podemos então virar as rodelas até elas ficarem doiradas de forma igual de um lado e de outro. Esse processo não dura mais que 3-4 minutos. Eu teria agradecido saber disso antes de ter deitado mãos à obra, tinha-me poupado tempo e dúvidas. (No caso que vi na internet a berinjela foi temperada com sal, pimenta e colorau e serviu para acompanhar lombo de porco.)

Gostei das receitas mas desta vez acho que a descrição do que fazer ficou aquém das minhas necessidades! Como já sabem a cozinha não é o meu elemento, tem de ser tudo explicadinho! Da próxima vez já irá correr melhor!




No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...