2/18/13

A semente de abacate germinou!

E eis-me com novidades sobre a germinação da semente de abacate! (No link anterior podem ver como tudo começou! Aqui já mudei para um copo de vidro, mais pesado.) Não são muitas, são apenas o que a fotografia documenta. Já há raízes! O que sabem vocês sobre o abacate? Eu não sabia muito antes de meter o caroço a germinar no copo para o meu sobrinho ver. O processo vai, assim o espero, continuar, de acordo com a informação deste wiki. Já não sei quando coloquei o caroço de molho, mas ele demorou imenso até dar mostras de germinação. A avaliar pela escrita desta postagem sobre comida mexicana, penso que talvez tenha sido em Novembro! Demorou quase 8 semanas até aparecer a raiz! Li sobre várias formas de fazer esta experiência, deixar o caroço do abacate em água morna uma noite inteira, por exemplo. Eu não fiz isso. Lavei com água morna e tirei a casca. Depois coloquei-o na água, a parte mais pontiaguda para cima, seca, a mais larga é a que ficou de molho. O anterior copo de plástico tem estado na cozinha e já sofreu alguns acidentes pois facilmente se virava! Não pode apanhar frio, nem vento nem luz do sol directa. Quando a semente começou a germinar o caroço rachou. As raízes começaram então a crescer velozmente, na base. Mas a haste no topo ainda não deu sinal. Depois dela aparecer, devo esperar que atinja cerca de 15 centímetros, altura em que a devo cortar para ajudar a crescer. Só depois irá para um garrafão com terra, sem esquecer de colocar cascalho no fundo, e furos, para a água não ensopar a terra. A terra deve conter húmus para dar melhor resultado.Depois é ir regando e cuidando. Sempre quero ver se alguma vez terei uma planta de abacate para transferir para a terra. A ver vamos!Eu apenas o utilizo o abacate para fazer guacamole. Para saber mais sobre o abacate podem consultar esta fonte, muito completa, A cultura do abacateiro
O abacateiro é uma planta frutífera originária do continente americano. As primeiras referências sobre ele foram feitas por navegadores, ainda nos primeiros anos do descobrimento da América, entre 1526 e 1554 em relatos descrevendo plantas encontradas na antiga cidade do México e no local onde hoje é a Colômbia. Nesses relatos os abacates receberam várias denominações, como nahuatl e ahuacatl, provavelmente de origem indígena. Pesquisas arqueológicas indicam que o abacateiro era explorado na região há mais de 10 mil anos (Koller, 1984). Difundiu-se por todo o continente americano, sendo a sua presença citada na Jamaica em 1657, com o nome de “avocado”, termo usado nos países de língua inglesa. Nos países de língua espanhola, ficou conhecido como “aquaquate”, embora seja conhecido como “palta” em alguns países como Chile, Argentina, Peru e Equador. Na Europa, foi citado pela primeira vez em 1601, tendo se expandido para outros continentes, posteriormente (Calabrese apud Danadio, 1995). Relata-se que no Brasil, o abacateiro foi introduzido em 1809, vindo da Guiana Francesa (Simão, 1971). Antes disso, nos séculos XVI e XVII, a sua presença é incerta e discutível (Teixeira 1991).

No comments: