3/3/12

Os números do Euromilhões


A Nylon uma nova agência integrada de marketing e publicidade, aberta em 2011, está a realizar no Facebook uma campanha auto-promocional. Todas as quartas-feiras iremos postar um talão do Euromilhões para partilhar. Não queremos enriquecer sozinhos, porque isso não teria piada nenhuma, por isso decidimos dividir todos estes milhões. É isso mesmo. Se o talão do Euromilhões fosse contemplado com o prémio a Nylon dividiria o bolo chorudo com quem o tivesse partilhado. Uma ideia publicitária muito engraçada, simpática e barata. À frente do projecto Nylon está Joah Santos, português que fez a sua formação nos EUA mas que regressou entretanto a Portugal. Ele defende que a Nylon não  cria apenas por criar ou para ganhar prémios e antes para lançar campanhas que aumentem verdadeiramente as vendas. Alguns dos seus clientes são a 7Up, a Pepsi  ou a Super Bock. Da última vez que vi o talão do Euromilhões no facebook ele já ia nas 800 partilhas. Infelizmente o Euromilhões não quis nada com a Nylon nem comigo, que também o partilhei!! Mas para a semana há mais!
Depois foi a Decisões e Soluções de Albergaria-a-Velha que achou piada à ideia da Nylon e repetiu a graça. A mesma mensagem - ou parecida -  na wall do Facebook e rapidamente o talão do Euromilhões se espalhou pelos murais dos utilizadores da rede. Há pouco quando espreitei o talão tinha sido partilhado 2468 vezes! A Nylon não gostou que a ideia tivesse sido replicada e picou a Decisões dizendo que ao menos deviam ter mudado o texto e ainda que "Somos uma agencia creativa/estratégica, por norma somos pagos por a nossas ideas mas podemos chegar a um acordo". Mas vai ser difícil conseguir evitar que outros copiem esta estratégia pois é uma forma atraente e barata de obter seguidores para a página e de fazer buzz na rede social. Eu própria estou tentada a fazê-lo. Será legítimo? Estarei a infringir algum direito? Poderá a Nylon arrogar-se direitos de autoria sobre esta ideia e pretender que mais ninguém a repita? 


Não pode. Não pode pelo menos dizer que foi pai e mãe da ideia pois antes dela já outros o fizeram. Pelo menos, uma empresa inglesa, a Apparel Giveaway já o fez. Esta empresa ainda consegue ser mais revolucionária que qualquer revolucionária ideia publicitária - informa a Apparel Giveaway que oferecem roupa, verdade, os primeiros a preencherem o cupão no modesto site da empresa, são os primeiros a recebê-la. Ainda não há sequer um mês que idêntica febre da partilha de talões do Euromilhões varreu o Facebook! Mas a rede é extensa e não sabemos tudo o que se passa nos seus meandros. De acordo com a notícia do Daily Dot, o talão comprado pela Apparel Giveaway foi partilhado 3500 vezes! Não é uma ideia original da Nylon mas não deixa de ser uma boa ideia para gerar seguidores. 
Eu, que me considero uma pessoa sem sorte, desde que uma vez assisti aos cálculos de estatísticas e probabilidades que estes jogos envolvem, deixei sequer de ponderar jogar no Euromilhões. A probabilidade de ganhar o Euromilhões segundo dizem alguns matemáticos é menor do que a de qualquer mortal tem de ser atingido por um relâmpago, esta probabilidade electrizante é de apenas 1 em cada 700,000. Ganhar o Euromilhões é 170 vezes ainda menos provável. As hipóteses de ganhar o Euromilhões face ao Totoloto são menores, e quando jogo, muito raramente, eu escolho este último. Uma vez sairam-me 20 euros no Totoloto. Para quem joga pouco até foi agradável. Mas não me entusiasmei, passo meses e meses sem jogar. Mas, concordo, só não sai a quem não joga e, conforme veiculam os Jogos da Santa Casa da Misericórdia "se ganhar fará muita gente feliz, se não ganhar também". Li nos comentários que o que a Nylon está a fazer é ilegal. Do que me lembro do Direito das Obrigações, uma promessa pública como está é válida, sim, é uma declaração negocial dirigida ao público através da qual a Nylon promete uma prestação  - dividir o 1º prémio do Euromilhões - a quem partilhar do talão. Implica desde logo  a vinculação do promitente a essa promessa. É um verdadeiro negócio unilateral constitutivo de obrigações. Se estou errada, alguém mais versado em leis do que eu que dê sinal. Fique atento pois na próxima semana a Nylon volta a lançar outro bilhete na rede e se o partilhar pode habilitar-se a uma fatia do bolo do Euromilhões e nem precisa de jogar. 

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...