2/24/12

O clima está a mudar?




Recebi mais uma petição no meu email. Esta é mesmo fresquinha. Podia causar-me muita surpresa se não tivesse já lido sobre isto anteriormente. Negar a existência das alterações climáticas é uma nova moda nos Estados Unidos: um exemplo, os professores que ensinam nas escolas que o clima está a mudar e que as alterações são causadas pela actividade humana, estão a ser perseguidos como se fossem charlatães e não existissem relatórios científicos e provas sobre os efeitos. Li sobre isto mesmo a semana passada. 
É do interesse das petrolíferas que este debate prolifere. Ganham tempo e continuam em frente com o seu negócio lucrativo. Infelizmente isso poderá atrasar um debate realmente interessante e inovador que conduza à aplicação e descoberta de alternativas menos poluentes,  - algumas até já existentes - quem sabe até mais baratas e que não coloquem em causa o equilíbrio dos mecanismos auto-reguladores do clima. 
Pensemos, por exemplo, no período de seca que Portugal atravessa. Por enquanto é um ano de seca isolado. Em 2005, creio eu, do que me recordo, também choveu muito pouco. E, tal como disse a Ministra Assunção Cristas, ainda pode chover bastante e o prejuizo que já se vive pode ser minimizado. Todavia a questão da seca no território pode vir a ser uma realidade triste e bastante mais comum nos próximos anos. À luz do que sabemos, não decorrerá esta seca das alterações climáticas que já se produziram? Não assistimos já a uma progressiva indefinição das estações, cada vez mais reduzidas a duas, uma quente, uma fria? Será que estamos errados por pensar assim? É que o Heartland Institute quer que pensemos, que tudo isto é natural e passageiro, e que estamos no bom caminho.

Eis o que diz o texto da petição que acabo de receber da parte do Climate Reality Project, assinado por Corey Husic, de 17 anos, contra o Heartland Institute que quer fazer propaganda destas novas e revolucionárias ideias junto das escolas:

"Eu sou Corey Husic, uma estudante do liceu, na Pensilvânia.Chegou ao meu conhecimento que você (Joseph Bast, do Heartland Institute)  está preparado para gastar uma quantidade significativa de dinheiro num programa sobre o aquecimento global para ensinar às crianças que a mudança climática não é real.É isso mesmo. De acordo com os seus documentos orçamentais próprios, que pretende entregar aos professores, afirma que o aquecimento global é "uma grande controvérsia científica" e que o dióxido de carbono pode até não ser um poluente.Informamos: Sua premissa é falsa. A realidade é que o nosso clima está mudando agora e as actividades humanas são a principal causa. Eu sou apenas um estudante do liceu, então por favor não tome minha palavra como lei. Pergunte a qualquer Academia Nacional de Ciências no mundo ou a qualquer cientista do clima.Dado que sei quem paga suas contas, seu plano é uma surpresa. De acordo com os seus próprios documentos, sua organização é financiada por empresas de petróleo e carvão, com evidentes interesses  financeiros em negar a ciência do clima - já para não mencionar as empresas de tabaco que tentaram convencer-nos de fumar não causa cancro.A minha geração já está experimentando um clima muito diferente de nossos pais e avós. Nós seremos os responsáveis ​​por garantir que as cidades costeiras são capazes de suportar a subida dos níveis do mar. Nós somos já os que terão de se proteger de eventos climáticos extremos como furacões mais fortes, secas mais longas e ondas de calor mais quentes. Em vez de tentar minar a ciência que nos mostra que os seres humanos estão provocando mudanças climáticas, devíamos estar a aprender como essas mudanças nos irão afetar e o que poderemos fazer quanto a isso. Em outras palavras, ensine-nos algo de útil.Nós respeitosamente pedimos que você cesse e desista do seu esforço de trazer a negação das alterações climáticas nas nossas escolas."


No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...