10/26/09

ROBERT CRAMP - A BÍBLIA AOS QUADRADINHOS


Andam os mundos português,religioso e literário, e outros, muito exaltados porque José Saramago disse umas quantas palavras desagradáveis sobre a Bíblia, livro intocável e de reconhecido peso histórico, o livro dos livros. Muitos dos inquietos não sabem que agora existe uma polémica Bíblia aos quadradinhos.Há uns tempos eu tinha lido que Robert Cramp - consultem o seu site oficial aqui - estava a ilustrar 50 capítulos do Génesis.O livro saíu nos EUA e UK a meados de Outubro,muitas editoras recusaram-no por considerarem uma obra incorrecta,está também à venda na Amazon.O momento pareceu-me adequado para mostrar algumas das ilustrações desta "novela gráfica",a ver se instalo polémica aqui no blogue,um sítio pacato onde nada nunca acontece.As ilustrações que apresento foram publicadas na revista New Yorker (e lá estou eu a infringir o copyright).Robert Cramp é conhecido por ser algo subversivo,espera-se vasta contestação e ira,como é próprio das reacções religiosas quando a crença é atacada.Dedicou ao projecto quatro anos de labor.Pequeno trecho incendiário de entrevista publicada no Guardian:""My problem was, how am I going to draw God? Should I just draw him as a light in the sky that has dialogue balloons coming out from it? Then I had this dream. God came to me in this dream, only for a split second, but I saw very clearly what he looked like. And I thought, OK, there it is, I've got God,"E continua:"He has a white beard but he actually ended up looking more like my father. He has a very masculine face like my father." Desenhar Deus deve ser efectivamente um desafio para qualquer artista.Desenhar uma luz no céu com balões talvez tivesse funcionado,Cramp pensou até desenhar Deus como uma mulher negra! Ora aí é que ele teria batido José Saramago em toda a linha.O artista muito conhecido pelo seu Fritz,the cat, disse até que tinha sido muito divertido desenhar a Bíblia,que era horrível,cheia de coisas loucas,excêntricas, fantásticas,coisas que iriam surpreender as pessoas.Será que algum norte-americano ou conterrâneo de Filadélfia lhe pediu para renunciar à nacionalidade?Um pouco como Saramago também ele se escapou para longe do seu país,aos 66 anos vive actualmente na bela França(Sauve).O seu editor, Jonathan Cape, refere-se a este Book of Genesis como uma sátira escandalosa,com uma narrativa complexa e subversiva que apela ao reexame do conteúdo da Bíblia e do seu papel na cultura.Não vos parece que esta é a versão ilustrada de uma polémica a que já assistiram recentemente?!

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...