4/9/09

AINDA O CASO DO COMBOIO DA FIGUEIRA,PARTE II

Talvez se recordem de há umas semanas eu ter aqui relatado um incidente que aconteceu no comboio que liga a Figueira da Foz a Coimbra. Algumas pessoas realizaram um abaixo assinado em protesto pelos atrasos contínuos que se verificam.Uma delas foi recebida pela polícia, à chegada à estação da Figueira da Foz. Vim depois a descobrir que não é permitido recolher assinaturas dentro das carruagens sem a autorização dos agentes da CP pelo que a senhora enfrentará na certa um processo. O fundamento para tal está no DL58/2008 de 26 de Março que regula as condições de realização e utilização do transporte de passageiros por caminho de ferro."É criado um regime sancionatório contra-ordenacional pelo incumprimento das obrigações previstas, quer para os operadores quer para os passageiros, visando dissuadir práticas abusivas que possam pôr em causa o normal funcionamento deste serviço público de transporte."
A lista de proibições é tamanha, não imaginava que tanto se pudesse fazer de errado ao utilizar um simples comboio.Mas a imaginação dos utentes não tem limites, os operadores,coitados, são bem menos imaginativos,limitam-se a não cumprir horários.Ora atentem na lista dos inomináveis actos:
2 — É proibido aos passageiros:a) Fazer uso do sinal de alarme fora do caso de perigo iminente;
(Um dos meus passatempos durante a viagem é pressionar o alarme convencida que aquilo é uma campainha para serviço de bicas a bordo.)

b) Utilizar os dispositivos de emergência fora dos casos em que tal se justifique;
(Dispositivos de emergência?!Aqueles martelinhos para quebrar os vidros?Pois,uso sempre que preciso de partir nozes.Acho que se justifica.)

c) Entrar ou sair da carruagem quando esta esteja em movimento, ou depois do sinal sonoro que anuncia o fecho das portas ou sempre que, por aviso sonoro ou equivalente,tal seja determinado;
(Em muitas viagens que fiz nunca vi ninguém a entrar para uma carruagem em movimento,especialmente porque as portas fecham antes das composições avançarem.Mas poderão existir portas lentas por aí. O mais próximo que vi de semelhante ao descrito foi no Matrix.)

d) Entrar ou sair da carruagem por lado que não corresponda a plataforma de serviço de passageiros;
(Claro, a malta agora é como o Homem Aranha, trepa pelas composições acima, arregaça as saias, e upa!)

e) Passar de uma carruagem para outra em andamento, quando não haja comunicação interna;
( Também vi isto acontecer nos filmes do Indiana Jones.)

f) Entrar nas carruagens sem que tenham saído todos os passageiros que o desejem fazer;
(...e se algum não o desejar fazer,convencê-lo delicadamente a sair antes de entrar, e se tal não resultar utilizar os tais martelinhos descritos acima como argumento persuasivo.)

g) Aproximar-se da borda da plataforma aquando da aproximação de outro comboio e, em qualquer caso, ultrapassar o limite que se encontre marcado na plataforma de embarque, antes da chegada do comboio;
("De outro comboio?!!Então eu estou à espera de um ou de "outro" comboio?!O quê? Outro comboio na mesma linha?Como?Por cima ou por baixo daquele que lá se encontra ou que vem a caminho?!Estou confusa...Ehehe,sim,claro,à passagem de composições sem paragem,a expressão diz tudo.Mas quem escreveu a lei não usa certamente o comboio e desconhece-a.)

h) Ocupar lugar reservado a pessoas com mobilidade condicionada, grávidas e pessoas com crianças de colo,excepto se os mesmos não forem manifestamente necessários para o efeito;
(Claro que se forem manifestamente necessários vão estar ocupados e eu não os posso usar...dah!Eu sei,eu sei, se existirem outros vagos...apeteceu-me implicar.)

i) Ocupar lugar ou compartimento reservado para os quais não tenha reserva ou ocupar mais lugares que os adquiridos;
(Ai coitados dos gordos, vão ter contra-ordenação se algumas gramitas do pneu transbordarem para a zona adjacente do seu lugar!!)

j) Abrir ou impedir que se fechem as portas exteriores das carruagens durante a marcha;
(Mais exercícios gímnicos durante o percurso, convenhamos, tempo é dinheiro e aqui está uma boa maneira de tornear os bícepes ou queimar calorias indesejáveis pelo preço de um bilhete de comboio, toca a poupar no ingresso do ginásio.)

l) Projectar para o exterior das carruagens quaisquer objectos;
(Como as janelas são estanques, quem quiser projectar o que quer que seja tem primeiro que abrir as portas.É dois em um, duas contra-ordenações,tomem nota, só para atirar uma coisita para o grande...Ah, existem umas janelitas minúsculas nas portas,acho eu.Dá para atirar o indispensável mas nunca o desejável,como por exemplo a nossa preocupação com o atraso que o comboio já leva num dado momento X.)

m) Colocar nos locais para tal reservados volumes que, pelo seu conteúdo, natureza ou forma, possam cair ou perturbar os outros passageiros em caso de choque, paragem brusca ou outras causas;
(Esta é direitinha para os estrangeiros pé-descalço-e-mal-lavado das mochilas que nos visitam.Sugiro mesmo um debate nacional em torno da forma ideal e medidas aceitáveis para aqueles mochilões,exactamente como nos aviões em relação à bagagem de mão.Isto o que é preciso é normas,normalizar é que é moderno e bom.)

n) Colocar volumes pesados ou sujos sobre os bancos ou apoiar os pés directamente sobre os estofos;
(Colocar volumes pesados?!!O meu amigo Gandah Barrigaki, lutador de sumo,será considerado um volume pesado?!!Não?Então se ele quiser levar um amigo lutador devidamente embrulhado em papel de encomenda, já não o pode colocar no assento do comboio?Não.Nessa circunstância resta mesmo o chão.Qual é a definição de peso para a CP?!!)

o) Debruçar-se das janelas durante a marcha do comboio;
(Quando é que esta lei foi feita??!!Eu também gostava do ventinho na face mas pelo menos nesta linha isso já é passado... e esta é uma linha do passado...do passado.)

p) Dedicar-se a qualquer actividade ou oferecer serviços sem prévia autorização do operador;
(Atenção: senhoras que fazem crochet,jovens que usam o PC, homens que lêem o Equador,criaturas que cortam as unhas e demais pessoas que pensam durante o trajecto - tudo isso é proibido se não pedirem licença ao operador, isso é "actividade".)

q) Fazer peditórios, organizar colectas, recolher assinaturas ou realizar inquéritos sem autorização do operador;
(Sem comentários)

r) Transportar animais de companhia ou de assistência em violação das condições estabelecidas no presente decreto-lei;
(Sem comentários,não me apeteceu inteirar da forma como outras especies do reino animal são tratadas nesta lei.)

s) Pendurar-se em qualquer parte das carruagens ou os seus acessórios ou manter-se nos estribos durante a marcha;
(Mais macaquices que os humanos fazem em cima dos carris.)

t) Entrar em compartimentos ou locais vedados ao acesso do público;
(Sem comentários)


u) Proceder a qualquer espécie de publicidade e distribuir ou afixar cartazes, panfletos ou outras publicações sem autorização do operador;

(Pessoal!Atenção!,cuidado com essas t-shirts que dizem Just do it e outras do género...podem ser alvo de contra-ordenação por parte de um revisor mais atento e/ou conhecedor.)

v) Sujar as carruagens;
(Por dentro ou por fora?!Eis um ponto omisso.)

x) Transportar armas que não estejam acondicionadas nos termos da legislação aplicável, salvo tratando-se de agentes de autoridade;
(Fico toda feliz por saber que viajo num comboio onde o parceiro ali ao lado leva, bem acondicionadas,claro, meia dúzia de granadas e uma bombita que o bisavô trouxe de recordação da IIGG.Se for um agente da autoridade então pode até usá-las como colar ou como maracas, nesse caso o acondicionamento é irrelevante para o efeito.)

z) Transportar matérias explosivas, incluindo material pirotécnico, substâncias facilmente inflamáveis, corrosivas ou radioactivas;
(Aqui ninguém está livre!Matérias explosivas carregamos todos nós, é só razões de queixa a inflamarem-nos os sentidos,a acumularem-se, e depois chega-se uma faísca ao rastilho num dia menos bom, e booommm...)
Se repararam eles usaram o alfabeto todinho!!!!Mas não chegou e então aqui vem o resto:

aa) Transportar volumes que pela sua natureza, forma, dimensão ou cheiro possam causar incómodo aos outros passageiros ou danificar o material circulante;
(Atenção senhoras das saias e das feiras que usam as composições! Na próxima viagem cada um dos vossos filhos carrega uma trouxa pequena, acabem lá com essas trouxas monumentais ou, já sabem, eles vão atrás de vós.E além disso a família numerosa criou-se foi para ajudar.)

ab) Utilizar aparelhos sonoros ou fazer barulho de forma a incomodar os outros passageiros;
(Músicos,amantes da música, cantores, candidatos a oradores,políticos, performers e outros, crianças com vozinha estridente e choro convulsivo, compreendam de uma vez por todas que o comboio em Portugal não é o metro em Paris.Aqui não são bem vindas geringonças engraçadas nem gadgets modernos com blue-ray nem pessoas convencidas que são estrelas e que a vida, ou melhor, o comboio, é um palco.)

ac) Praticar actos ou proferir expressões que perturbem a boa ordem dos serviços ou incomodem os outros passageiros.
(Esta é cláusula geral onde tudo cabe, inclusive o que se leu acima e o tudo o mais que ficou por incluir na lista pois o alfabeto tem princípio,meio e fim.)

3 — Os passageiros devem respeitar as instruções dadas pelos agentes de fiscalização, no âmbito do exercício das suas funções.
(Respeitinho é muito bonito,sempre ouvi dizer.)


4 — Nos casos em que o incumprimento pelos passageiros dos deveres que lhes incumbem perturbe os outros passageiros, cause danos ou interfira com a boa ordem do serviço de transporte, os agentes do operador encarregues da fiscalização podem determinar a sua saída do comboio, recorrendo à força de segurança pública competente em caso de incumprimento dessa determinação, sem prejuízo do disposto no artigo 35.º

5 — Os passageiros cuja saída do comboio seja determinada nos termos do número anterior não têm direito a qualquer reembolso do preço do título de transporte.

E por agora é tudo.Quando a lei for revista, -acrescentada, afinal ainda temos o y e o W -eu completo este post.Estou cansada de escrever e vocês de ler, mas apeteceu-me brincar com coisas sérias.

2 comments:

Anonymous said...

Realmente!Se mais letras o alfabeto tivesse, mais proibições!Mas há gente que faz de tudo em qualquer parte,por isso não me espanta nada que tenham escrito isto.
UMa boa páscoa e cuidados com os Sucres!!

Guimaraes said...

Gostei da análise. Pode crer que o humor inteligente é uma das armas mais destruidoras...
O ridículo doi muito!
Boa Páscoa!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...