10/13/15

António Tavares vence Leya com O Coro dos defuntos


António Tavares é o vencedor do Prémio Leya 2015. Parabéns!

O júri decidiu distinguir, por unanimidade, o romance O Coro dos Defuntos.O escritor que nasceu em Angola mas que reside na Figueira da Foz há longos anos, já tinha sido finalista do Prémio Leya 2013, com o romance As Palavras Que Me Deverão Guiar Um Dia, editado pela Teorema. Formado em Direito pela Universidade de Coimbra, é professor do ensino secundário e, atualmente, exerce o cargo de vice-presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz. Foi jornalista, fundador e diretor do jornal regional A Linha do Oeste. Fundou e coordenou a revista Litorais.


Da lista de premiados pela Leya fazem parte O Rasto do Jaguar, de Murilo Carvalho (2008), O Olho de Hertzog, de João Paulo Borges Coelho (2009), O Teu Rosto Será o Último, de João Ricardo Pedro (2011),Debaixo de Algum Céu, de Nuno Camarneiro (2012), Uma Outra Voz, de Gabriela Ruivo Trindade (2013) e O Meu Irmão, de Afonso Reis Cabral (2014).


Leia a notícia desenvolvida no Público.

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...