9/21/14

Soluções caseiras para matar formigas?


Promete eliminar em segundos baratas, aranhas, formigas, pulgas, peixinhos de prata e tudo o que rastejar pela casa. Misericordioso na sua missão, - ninguém quer matar lentamente, a não ser que seja um torturador, - penso que daqui para baixo o rótulo se transforma em
 literatura de terror. Mata em segundos e continua a matar, pois tem acção prolongada. Mas há mais. Se eu tivesse lido o rótulo no supermercado já não o tinha comprado. É extremamente inflamável, mas isso a gente até já nem liga, estamos rodeados de sinais a avisar disso, basta ir meter gasolina. Os fumadores é melhor apagarem o cigarro antes de vaporizar ou poderão ter uma surpresa. Não diz no rótulo qual, mas é possível que virem tocha humana. É irritante para a pele, a exposição repetida provoca secura ou fissuras. Olhos e mucosas também ficam irritados na presença desta porra e não se devem respirar os aerossóis, imagine-se o que isso poderá fazer, desencadear um ataque de asma num asmático ou pior! Sendo assim pergunto-me porque não lhe deram um cheiro desagradável. Mas não. Cheira bem! Dir-se-ia um ambientador! Só se deve usar em locais ventilados. Claro que é preciso cuidado com as áreas onde vamos pulverizar esta merda. No meu caso as áreas problemáticas são a varanda e a cozinha. O diabo das formigas andam convencidas de que são aranhas ou coisa assim, trepam até ao 3º andar na boa!Não faço ideia onde fica o formigueiro!! O problema é que a varanda e a cozinha são contíguas e as formigas entram pela varanda para alcançarem a cozinha. Andam tão famintas que basta existirem migalhas no chão que logo as vemos a carregá-las dali para fora! E não se pode dar maçã ao canário pois elas atacam na gaiola para ir comer a maçã!! Continuando a leitura do rótulo, cuidado com comida e bebida, a nossa e a dos nossos animais, e utensílios de cozinha. Tapar tudo, remover tudo e, óbvio, não aplicar em superfícies onde se manipulem os alimentos. Nem pensar em pulverizar em aparelhos eléctricos sem os desligar - imaginem eu a pulverizar isto na traseira do frigorífico e ele a incendiar-se! Seria isso possível? Explodiria até?!! Gaiolas, aquários e animais domésticos ficam todos em perigo na presença deste exterminador. Mas, mesmo depois de aplicado, e nunca em superfícies porosas, diz ali para evitar o contacto com as superfícies tratadas. Ora, eu limitei-me a aplicar no rodapé da varanda. Será que aquilo é poroso?!! Mas imaginem que a cadela vai para a varanda e resolve lamber o rodapé!!! Se cheira bem...também pode saber bem! Verdade ou mentira?! É muito tóxico para os animais aquáticos, lê-se ainda no rótulo, "podendo causar efeitos nefastos no ambiente aquático". Daí o aviso, não deitar os resíduos no esgoto.E também "Não se desfazer do produto e do recipiente sem tomar as medidas de segurança devidas". Esta parte deixou-me particularmente inquieta. Que medidas de segurança?!! Isso o rótulo não refere. Cipermetrina é o nome do componente activo do insecticida. Fiz uma busca rápida e descobri que esta bodega é mais popular que o pó de talco. Num site brasileiro li que este agente também é usado em cães, no combate ao mosquito que causa a leishmaniose! A aplicação é feita no pelo do animal, não na pele. Aplica-se espalhando o volume sugerido na ponta das orelhas, cabeça e linha dorsal do animal?! O produto também deve ser aplicado nos canis (paredes e telas) e nos portais de janelas e portas das residências e apartamentos, lia-se num folheto que encontrei online. Também os agricultores usam produtos com este agente activo e descobri que até faz mal às abelhas, que, como se sabe, estão ameaçadas. E porque será? Porque andamos a espalhar esta porcaria - e outras - pelo planeta inteiro desde os anos 60!


É mesmo, o RAID já anda aí desde os anos 60, é uma cortesia da SC Johnson, A Family Company. Vejam abaixo alguns anúncios americanos de TV dos anos 60 e de anos recentes e comparem os conteúdos, a animação utilizada, a sua contextualização histórica, o tipo de humor empregue. Façam um intervalo. É giro!

Mas voltando ao que interessa, se tinha um problema - a infestação de formigas - agora quedei-me com dois problemas. O problema 1 que é, como é que faço para me desfazer de uma lata de 400 ml de veneno? E o problema 2: como é que procedo para matar as formigas sem recorrer a esta mixórdia? Ficava até mais contente se elas fossem à sua vidinha sem ter de as aniquilar!

O Centro de Informação Anti-Venenos aparece referido no rótulo como a tábua de salvação em caso de azar. Mas quando abri o site do Centro apareceu isto: "TUDO É VENENO E NADA É VENENO, SÓ A DOSE FAZ O VENENO". PARACELSO, SÉC. XVI. Sou uma exagerada. Oh, estou tão mais tranquila agora. Não sei se deva enviar um email para lá perguntando onde posso deixar cair a "bomba". irão gozar com a minha cara? 


As formigas já percorriam o mundo antes dos homens, surgiram no Cretáceo, o homem só mais tarde, na Era Cenozóica. Existem mais de 10.000 espécies de formigas a calcorrear este chão com os seus exércitos. À semelhança das abelhas, são societárias. Organizam-se por tarefas: são obreiras, soldados, operárias e rainhas. Comunicam umas com as outras através de feromonas, deixando rastos para as colegas seguirem. Irritantes, e até prejudiciais, não deixam de ser admiráveis, e de preferência eu preferia não as matar. Durante séculos as pessoas livraram-se das formigas sem utilizar venenos como este que trouxe para casa, uma bomba que mata as formigas mas com outros danos e riscos associados que eu gostava de evitar. Assim fui pesquisar as soluções dos nossos antepassados e encontrei muitas sugestões. Aqui as deixo pois podem ser úteis a alguém.

a. Limpeza! Limpar bem as áreas da cozinha e da varanda. Escusado será dizer que sou uma moça limpinha. Mas ultimamente as formigas encetam cruzadas animadas por uma religião estranha. Tudo por uma simples migalha caída no chão!!

b. Água e sabão líquido (uma colher de chá) num vaporizador e toca a fazer spray sobre as formigas. Parece que destrói o rasto químico e elas destroçam e deixam a malta em paz. Folhas de hortelã ou óleo de menta, ou casca de limão também se podem juntar no frasquinho.

c. Método da barreira! Construir uma barreira para deter o exército! Bastam 7 mm! Utilizar: carvão em pó, pó de giz, açafrão das Índias, óleo cítrico, pimenta, pó de talco, vinagre e água. Sabão com bicarbonato de sódio também funcionam asseguram os entendidos em  formiguedo.

d. Substâncias com cheiro forte intoxicam as formigas! Usar folhas de hortelã esmagadas, frescas ou secas. Esfregar alho na área a proteger ou deitar alho em pó, óleo de lavanda, óleo de cravo ou cravinhos esmagados, cânfora nas zonas por onde as malvadas se passeiam em procissão. 

e. Uso pouco açucar mas o açucareiro está sempre na bancada e de vez em quando lá estão elas. Folhas de louro coladas na tampa são eficazes para as formigas fugirem e também cravinhos.

f. A borra de café aniquila os rastos e confunde as formigas, também os grãos. Além disso a cafeína mata as formigas se ingerida.

g. Colocar ácido bórico e uma colher de açúcar num pires. Elas são atraídas e o ácido bórico mata-as.

h. E para finalizar quero referir o Óleo de neem , embora não tenha ainda percebido se é eficaz contra as formigas. Neem é uma planta que pertence ao mogno e ao cedro, conhecida como "nim" e também "amargosa", e ainda "pau para toda a obra" em virtude das suas muitas utilizações.Considerado como pesticida ou insecticida biológico, o óleo de Neem é uma forma natural para controlar insectos graças à azadirachtina. Não é tóxico para humanos e animais, e é totalmente biodegradável. Só os insectos prejudiciais ao crescimento das plantas é que são afectados pelo óleo de Neem. Abelhas, joaninhas e outros insectos ficam completamente ilesos. 









No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...