2/22/12

Quiche de espinafres e tudo o mais que lhe apetecer!


Olá meus amigos e leitores!
Apesar de ser uma moça prendada nunca me tornei muito amiga da cozinha e penso que agora já é tarde para lhe tomar o gosto! Mas...nunca digas que desta água nunca beberás, ou que desta receita nunca farás refeição. Quando gosto de uma comida aplico-me. É assim com os mariscos e os peixinhos. Neste blogue até já expliquei como preparar um carangueijo espinhoso ou santola! Pratos complicados, eu não faço. Pelo menos não faço até encontrar algo que adore comer e que me dobre a vontade!
Gosto muito de espinafres. Também já escrevi aqui sobre os espinafres quando descobri que não reunem consenso quanto ao seu valor na alimentação. Mas eu vou comendo espinafres crendo que se não exagerarmos na quantidade não há-de advir daí grande mal. Então, como preparar esta linda quiche? É fácil e muito rápida de fazer. Existem inúmeras variações e, honestamente, eu não sei qual será a forma mais tradicional de preparar uma quiche!!  Mas esta fez-se assim:

Para 4 pessoas: 1 placa de massa brisée - 400 g de espinafres congelados  - 1 lata de milho cozido - 1 lata de cogumelos - sal  - 
pimenta - salsa - canela - 4 ovos  - 1 pacote de natas - 100 g de queijo ralado

Como fazer a quiche simplex - Forrei a forma com a placa de massa brisée, não se esqueçam de deixar o papel, rente à forma. Piquei a massa esticada com um garfo. Dei uma cozidela aos espinafres congelados em água a ferver temperada com sal e depois separei-os grosseiramente com a ajuda de um garfo. (Também já os tenho descongelado no micro-ondas e colocado directamente na quiche.) Enquanto os espinafres arrefeciam, bati os ovos com um garfo numa taça grande, misturei depois as natas e temperei com sal, pimenta, salsa e uma pitada de canela. Juntei a seguir os espinafres, os milhos e os cogumelos cortados em pedacitos. Dei uma mexidela. Depois deitei na forma de massa. Polvilhei com o queijo ralado e foi tudo para o forno 20 minutos mais ou menos a cozer em forno moderado (200 °C). O recheio deve ficar consistente, pode demorar mais ou até menos tempo até ficar pronto, temos de lhe ir deitando o olho. O cheirinho que se espalha pela casa também nos fornece pistas! Pode-se comer quente ou fria.


Se fizerem uma busca pela internet vão encontrar mais formas de preparar esta tarte. Esta eu aprendi com a minha irmã e baptizei-a de quiche simplex.  Podemos juntar quase tudo: salsichas, fiambre, cenoura. Sai sempre bem. Para mim o que não pode faltar são os espinafres, claro!

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...