11/27/11

Resoluções de Ano Novo...para o blogue?!

As resoluções de Ano Novo para o blogue Palavras-Cruzadas são a tarefa #18 do Desafio 21 Dias. Estamos rapidamente a chegar ao termo do Desafio e eu nem acredito que entrei nisso! Não me arrependo, aprendi umas quantas coisas e parei para refletir num blogue em que nunca pensei...ou em que não pensava há muito tempo!

Resoluções de Ano Novo são a maior estopada. Faça-se a lista como e onde se quiser, a lápis sobre o papel sujo de farinha das filhozes, a tinta permanente no caderno de estimação, no MAC ou no Ipad, no blogue mais frequentado da internet ou apenas no interior da nossa cabeça de vento, e confirme-se depois, sem sobressaltos, um ano passado, que a única resolução de Ano Novo que se cumpriu foi escrever essa lista. É por isso que eu nunca penso sequer em resoluções de Ano Novo quanto mais escrevê-las. O início de um novo ano não me dá nem mais nem menos energia do que aquela que já tinha 24 horas antes, pode até dar menos se estiver de ressaca das festas. A minha vontade de fazer coisas não aumenta, a minha motivação não fica mais forte só porque apareceu um número novo no calendário, não me torno mais visionária, mais planeadora, mais cheia de não sei o quê, que agora é que é, meia volta e força. Como ando permanentemente em conjecturas sobre o dia de amanhã, fruto da minha ocupação precária e do meu próprio modo de ser, quando o ano novo chega, nem isso muda. Vejo as resoluções de Ano Novo mais como um ritual do que algo para levar a sério. É que ninguém parece tomar essas resoluções a sério, e desde logo os que se apressam a lançá-las sobre a mesa do ano velho! Ninguém parece acreditar nelas com todas as suas forças, logo fica fácil deitá-las para trás das costas mal a poeira das festas assenta. Admitamos que numa época em que há bolinhas de champanhe no ar e na própria corrente sanguínea é fácil alinhavar meia dúzia de intenções, mesmo sem ter o pensamento muito claro acerca delas. E depois, quando se acorda para a realidade, não há plano possível que salve as resoluções do fracasso, nem plano nem dinheiro e muito menos vontade! Tinham piada, sim, mas isso era apenas no papel. Na vida real, ufa, ufa...este ano não dá, mais vale esperar pelo ano novo... novamente!

Uma vez que me desafiaram a pensar em resoluções para o blogue, aqui vai, embora não possa inventar resoluções que não sinto. Este blogue esteve como morto mais de meio ano, saíu do coma em Setembro! Afinal o desgraçado merece algum carinho da minha parte, já me acompanha há uns tempos valentes. Por isso, no Ano Novo, eu vou ser a nova melhor amiga velha dele. Quero ainda concluir as leituras que estou a fazer sobre direito de autor e acabar de redigir as postagens que já comecei . Considero que é importante esclarecer-me e tentar contribuir ao mesmo tempo para mudar - melhor, tentar mudar- um pouco a mentalidade dos outros. Mais do que mero conteúdo para o blogue essas postagens traduzir-se-ão também numa mudança de atitude da minha parte em relação à forma como estou na blogosfera. Isto é mesmo importante para mim e por isso não é uma resolução de Ano Novo! Quero também que os blogues, este e os outros que mantenho, continuem a ser fonte de divertimento, aprendizagem, inter-ajuda e troca de conhecimento. É assim que sempre os entendi e é assim que desejo ver o futuro dos meus blogues resolvido, com ou sem resoluções de Ano Novo.

E mais uma tarefa concluída!

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...