11/29/09

OASIS OF THE SEAS - o maior navio de cruzeiro do Mundo


No dia  30 de Novembro de 2009 aconteceu na Flórida a cerimónia de baptismo do maior navio de cruzeiro do Mundo construido na Aker Yards em Turku (Finlândia).Teve lugar uma festa a bordo e a receita reverteu a favor da organização sem fins lucrativos Make a Wish Foundation. A 5 de Dezembro o Oasis of the Seas fez a sua viagem inaugural. A temporada inicial do Oasis percorreu o Leste e o Oeste do Caribe em roteiros com sete dias de duração, sempre com embarque e desembarque em Fort Lauderdale na Flórida (EUA). O navio de cruzeiro traduz-se em números impressionantes e atrações originais: 360 metros de comprimento por 47 de largura, capacidade para 5450 passageiros,16 pisos, 2700 cabines. O jardim com uma floresta tropical de nome Central Park e os barcos salva-vidas revolucionários são algumas das novidades desenvolvidas.

Site oficial:



Um blog com muita documentação

11/28/09

A Afonso triplicou a facturação


Quem não se recorda desta singular história que circulava nos media em 2005? Hoje pode ler-se o que se segue no site online SOl:


"A fábrica de confecções de Arcos de Valdevez comprada por um euro por uma trabalhadora, após uma tentativa de deslocalização para a República Checa e o desaparecimento dos proprietários há 5 anos, resistiu à crise e já quase triplicou a facturação.

«O segredo? O segredo está no trabalho, na qualidade e na procura incessante de novas encomendas e novos nichos de mercado», disse à Lusa Conceição Pinhão, a trabalhadora que liderou a luta contra a deslocalização da empresa e que conseguiu convencer os patrões alemães a venderem-lhe a fábrica por um euro.
A Afonso - Produção de Vestuário funciona há 20 anos na Zona Industrial de Paçô, em Arcos de Valdevez, sendo a sua gestão assegurada por Conceição Pinhão desde 29 de Novembro de 2004, dia em que os patrões, dois empresários alemães, «desapareceram» depois de uma tentativa frustrada de deslocalização.
Na altura tinha 89 trabalhadoras, agora tem uma centena. A fábrica, que se dedica essencialmente à confecção de camisas, fechou 2005 com um volume de negócios de cerca de meio milhão de euros, enquanto que para este ano a previsão aponta para mais de 1,3 milhões.
Conceição Pinhão garante que desde que assumiu as rédeas da fábrica sempre espreitou todas as oportunidades de mercado.
«Actualmente, 90 por cento da nossa produção é para exportação, sobretudo para Espanha, mas agora também começámos a exportar para o Canadá blusas de senhora», afirmou.
A trabalhadora-administradora admitiu que em 2008, quando se começou a falar em força na crise, a fábrica «se ressentiu um bocadinho», mas «resistiu» e agora «já está outra vez a trabalhar a todo o vapor».
A tentativa de deslocalização da Afonso aconteceu a 29 de Novembro de 2004, quando os patrões, já fora do horário laboral, tentaram retirar do interior da fábrica tecidos e máquinas para levar tudo para a República Checa.
Liderados por Conceição Pinhão, os trabalhadores aperceberam-se, mobilizaram-se de pronto e impediram os patrões de concretizarem os seus intentos.
A partir desse dia, os trabalhadores revezaram-se durante longos meses em vigílias nocturnas nas instalações da empresa.
A Afonso continuou, entretanto, a funcionar numa insólita situação de sem dono até que Conceição Pinhão conseguiu convencer os empresários alemães a vender-lhe a fábrica por um euro, num negócio oficializado em Janeiro de 2005.
«Hoje, voltaria a fazer tudo de novo, não estou arrependida de nada. Queriam-nos deixar de mãos a abanar, atirar 90 pessoas para o desemprego, mas não conseguiram», refere a responsável.
Entretanto, as operárias da Afonso continuam todas as semanas a apostar, cada uma delas, um euro no Euromilhões, na esperança de que um dia a sorte lhes bata à porta.
«Apenas temos conseguido uns trocados, o maior prémio que nos saiu até hoje foram 30 e tal euros, mas mesmo assim tem chegado para darmos todos um passeio anual», rematou Conceição Pinhão.
Extraído de Lusa / SOL

11/27/09

As caretas do Gregos nas ruas de Paris



Gregos started to display his face on the walls of Paris two years ago. At first, the faces were only blanks, and the message was the tongue out.Why ? It depended on where it was placed.At the beginning of 2009, Gregos decided to paint the faces to create a more visible message.And it's working !These faces are glued with a very strong glue, so it can't be take off the wall, except with a hammer. Gregos is choosing touristic sites so many people can see them and they won't take them off in front of other people.That way they'll stay glued and be seen.Almost 60 Gregos' faces have been glued in different touristic districs of Paris, hundreds of peoples take pictures of them(see the picture gallery).Gregos' street art concept is working, and an inspiring interaction occurs between the faces and the peoples.
.

Quem andar pelas ruas de Paris pode muito bem encontrar uma das caretas do Gregos. Ele fez um molde da sua cara, com a língua de fora,primeiro as caras moldadas eram brancas,depois passou a pintá-las.Afixadas nas paredes das ruas captam a atenção de quem passa e tornaram-se populares.Agora outros artistas pintam também as caretas e qualquer pessoa pode comprar uma e pintá-la e afixá-la na rua...ou enviá-la ao Gregos para ele afixar em Paris.Como sempre apreciadora das intervenções artísticas de rua e de formas alternativas de expressão plástica,extra circuitos normais e normalizados,não podia deixar de simpatizar com o projecto do Gregos,que aqui fica para vossa apreciação. As muitas caretas do Gregos podem ser vistas aqui:

11/21/09

FACE OCULTA -ESTADO DE (IN)JUSTIÇA?

"António Gomes, juiz de instrução do processo, respondeu ao despacho do presidente do Supremo Tribunal de Justiça, afirmando que Noronha do Nascimento não tem competência para dar ordens para um processo que lhe é alheio. Hoje, o procurador-geral da República vai anunciar qual o destino de mais cinco escutas entre Armando Vara e José Sócrates."
A notícia completa está aqui.Afinal que sistema de justiça é este que nos rege?Mas alguém mais confia na Justiça em Portugal?Há muito tempo que coloquei de lado os códigos mas nestes momentos a minha "costeleta" jurídica parece que vem à superfíce.Que vergonhaça!

11/20/09

MAIS FOTOS DE KOALAS (AUSTRÁLIA)


Recebi mais fotografias de koalas na minha caixa de correio.Pelo que vejo referem-se à onda de calor que varreu o continente Australiano em Fevereiro deste ano.A temperatura ultrapassou os 44º durantes vários dias.A semana passada foi divulgado nos media que os koalas enfrentam a extinção a curto prazo.

11/19/09

Ainda o CONCURSO AQUI HÁ SELO DE 2008


Talvez alguns de vós se recordem de,em 2008,eu ter andado em campanha pela minha Bruxinha.Os CTT lançaram um concurso e pela primeira vez convidaram as pessoas a desenhar o seu selo.Eu,que até já uma vez tinha escrito aos CTT a perguntar como é que podia desenhar um selo, participei. Mas a meio desisisti de angariar votos. Mesmo assim acabei em 2º lugar no meu tema e em 22º,acho eu, na classificação geral. Eu registei a participação num blogue a que dei o nome O Diário da Bruxinha e depois disso nunca mais pensei no assunto. Hoje,ao procurar o valor de um selo de correio nas páginas dos CTT,encontrei a notícia da emissão do selo vencedor do Concurso. Mas não é nada do que eu esperava.O selo foi completamente redesenhado e nada tem a ver com o selo vencedor original excepto a fonte de inspiração. Eu estou perplexa pois já não me recordo do regulamento.Teria eu entrado no concurso sem saber que o mesmo poderia ter acontecido à minha Bruxa?!!! Se concordei fui uma completa idiota e ainda mais idiota me sinto ao ter andado a pedir às pessoas para votarem no meu desenho, que no meu caso era uma colagem.Mas ainda bem que não fiquei apurada pois teria desaprovado uma tal intervenção (se não tivesse tacitamente concordado com ela ao aceitar o regulamento). O selo ficou como acima se pode ver. No site dos CTT lê-se o seguinte:

A terceira emissão filatélica dos CTT de 2008 é dedicada ao tema da Infertilidade. O selo que a ilustra é feito a partir do desenho vencedor do concurso “Aqui Há Selo”, através do qual os Correios lançaram aos portugueses o desafio de desenharem um selo para as emissões do corrente ano.

O selo, concebido originalmente por Sandra Manuel, será, assim , a primeira estampilha postal da história dos Correios portugueses idealizado por um cidadão habitualmente não ligado à actividade filatélica dos CTT.

O concurso “Aqui Há Selo”, lançado pelos CTT no ano passado, pedia, numa primeira fase, aos portugueses que escolhessem um tema para a emissão. Na segunda fase, pedia-se aos concorrentes que desenhassem propostas de selos ilustrativos dos temas mais votados. O desenho de Sandra Manuel, evocativo da Infertilidade, foi o mais votado no site aberto especialmente pelos CTT na internet para o concurso “Aqui Há Selo”.

O selo agora lançado pelos Correios tem desenho gráfico de João Machado. Com o valor facial de 30 cêntimos, o selo terá uma tiragem de 280 mil exemplares e terá obliteraç~´ao de primeiro dia em Lisboa, Porto, Funchal e Ponta Delgada no dia 12 de Março.



11/12/09

NEW TINDERSTICKS ALBUM IN JANUARY!


Tindersticks 8th studio album, "Falling Down A Mountain", will be released in Europe on 25 January (on 4AD www.4ad.com/tindersticks) with a North American release following 16 February (on Constellation www.cstrecords.com/releases/cst065 / www.cstrecords.com/bands/tindersticks).

A brand new song will be available at some point today from the band's myspace site (www.myspace.com/tindersticksofficial) - if you haven't got it already from somewhere else!

11/11/09

MAIS UMA ESPÉCIE EM VIAS DE EXTINÇÃO



Em Fevereiro deste ano a Austrália sofreu incêndios severos.Milhares de hectares queimados,1000 habitações destruidas,180 pessoas mortas.A tragédia ocorreu em florestas e terrenos de cultura.Morreram inúmeros animais.As fotos acima tornaram-se então populares.O koala Sam foi salvo pelo bombeiro Dave Tree numa área a 120 km de Melbourne.Meses depois o koala acabaria por morrer,recordo-me da notícia.Ontem num telejornal que vi a deshoras a notícia era outra:os Koalas estão muito próximo da extinção.Dizem os entendidos que isso pode suceder em 30 anos se não forem tomadas medidas.Em seis anos a população baixou para metade!O video que vi ontem à noite,aqui.

11/1/09

ANTÓNIO SÉRGIO.ADEUS LOBO.

E quando a Hora do Lobo acabou?

THIS IS IT! "We're sizzling!We're sizzling!"- Michael Jackson




As manas Fernandes foram ao cinema.Isto é coisa extraordinária,já não me lembro de quando foi a última vez que fui ao cinema com a minha irmã,deve haver mais de dez anos.Fomos ver This is it.Por insistência da minha irmã até comprei antecipadamente os bilhetes.Mas a euforia em torno de MJ não contagiou os figueirenses,pelo menos na sessão da tarde,talvez uma dezena de pessoas presentes, que escolhemos por causa do Gabriel, o meu sobrinho,que descobriu o MJ graças à sua morte prematura e que já dança energicamente o Beat it e outras músicas como um adolescente.Eu aprovo pois sem dúvida que a música de MJ é melhor que muita que actualmente se produz.Ainda assim eu não teria ido ver o filme se não fosse a insistência da minha irmã.Não sou fã de MJ.Eu gosto de documentários,muito,mas este filme não chega a ser documentário e não chega a ser o registo de um concerto.É o making off do concerto,é trabalho de edição em cada minuto e é isso.Músicos,coreógrafos,bailarinos,director,técnicos de som,de luz,de efeitos especiais,costureiros entregues à missão de fazer o melhor de que forem capazes,assim lhes é pedido por MJ,para dar ao público o melhor espectáculo possível.É um lançamento apressado feito pela AEG para fazer dinheiro fácil e rapidamente antes que a história arrefeça.Daí apenas duas semanas de exibição antes do lançamento do DVD,não se sabe ainda quando sairá,premières luxuosas nos EUA,grande movimentação de estrelas,vale tudo.É também um lançamento para fixar definitivamente a imagem de MJ como a estrela caída que teria conseguido fazer um regresso capaz.Todavia eu tenho dúvidas sobre se ele conseguiria aguentar um concerto,quanto mais os 50 concertos na arena de Londres.O Rei da Pop em certos momentos apresenta-se tão magro no seu fato preto de corte bizarro que eu só me lembrava de Jack Skellington,o Rei Abóbora(The Pumpkin King), ou não estivéssemos em pleno Halloween.Não podemos esquecer a enorme tensão psicológica a que estava sujeito,e,perante isso, chega a ser incrível o que nos é dado ver,a complexidade do show e as rotinas dos ensaios de 4 meses são exigentes mesmo se em muitas MJ me parece algo desprendido,ele refere que tem de se poupar,a voz, sobretudo.O valor do registo dos ensaios reside no facto de ser um registo genuino da vida profissional de uma pessoa que ficou marcada pela encenação constante.Mostra-nos MJ tal como ele era na sua relação com quem trabalhava com ele.E,pasme-se, MJ era rigoroso nas suas exigências,meticuloso até ao impossível nos seus objectivos, mas sempre gentil, nunca usando da afectação ou petulância que conhecemos em tantas divas no trato com os seus colaboradores.(Mas,e o que não nos foi mostrado?!)E poderia sê-lo pois a reverência destes é tanta,percebemo-lo no início,quando falam do que representa estarem nas audições para o show, que até se permitiriam ser humilhados pois afinal estavam no palco com o Rei da Pop,seu ídolo máximo.As canções e as coreografias não são no essencial novidade mas estou convencida de que o espectáculo total que se percebe deste registo teria sem dúvida sido um êxito e cumpriria junto do público os seus objectivos. Bons músicos,descobrimos uma extraordinária guitarrista,Orianthi Panagaris,uma jovem loura que já trabalhou com Carlos Santana e Steve Vai,a quem MJ dá instruções dizendo, “Prolonga essa nota,vá, é o teu momento de brilhar”. O concerto teria piscadelas de olho ao cinema em vários momentos através de videos com MJ a aparecer em imagens de Gilda,a piscar o olho a Rita Hayworth, e a trocar as voltas a Humphrey Bogart em The big sleep,isto para Smooth Criminal.Também o cenário de The way you make me feel remete para Bob Fosse,coreógrafo e realizador conhecido por Cabaret e All that jazz.Thriller ganha novo brilho com direito a guarda-roupa revisto, caracterização actualizadas e efeito 3D. Sem dúvida teria sido o delírio.E,já para o fim, o tom de celebração muda e a mensagem que MJ quer que as pessoas levem consigo teria sido afinal de preocupação para com o Planeta que sofre:heal the world. Ortega não caíu na tentação do tributo e editou com sobriedade.O trabalho critivo é a estrela ao longo dos 112 minutos de filme e é com pesar que deixamos a sala de cinema,pensando no quanto se perdeu numa overdose. Mas não estranhamos.É a história de muitos artistas,o que foram e o que podiam ter sido. E não será a última.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...