10/25/09

JIGSAW VI.FILMES QUE ME DEIXAM SEM PALAVRAS.




http://www.saw6film.com/main.html


Estreia no final do mês mais um episódio da série Saw.Digo episódio da série em virtude da regularidade com que são produzidos estes filmes.A semana passada, logo à entrada do hipermercado, vi uma pilha de DVD do Saw.Eram discos de um filme anterior, não deste. Pouco faltava para estarem a serem vendidos ao lado do pó de talco,fraldas e papas lácteas.Mais uns dias e talvez venham mesmo a ser vendidos num pack com máscaras para o Halloween,tipo bónus: compre a máscara,leve o filme,mas não experimente fazer isto em casa,veja lá no que se mete,trick or treat.O que me surpreendeu na pilha tão ali-mesmo-à-mão-de-semear é que o horror de Saw é mesmo explícito,digamos que para mim Saw é assim algo como o porno do horror. Depois de matutar na coisa conclui que os fãs de Saw se devem efectivamente excitar com toda esta violência inerente às histórias e ao formato,violência que,em Espanha, já mereceu classificação que vai remeter o filme para o mesmo patamar dos filmes porno quanto a exibição em salas,não sei se é X se é XXX ou se é XL.Não estou a ver ninguém ir ver filmes destes,uma ficção completa, e a procurar identificar-se com o sofrimento das personagens e a sentir-se amargurado.Para isso temos a vida real.Daí que me reste o oposto para perceber o que leva a malta crente deste género a ver coisas assim,exercícios inclassificáveis, coisas para lá de ruíns.Eu mudo de canal quando mostram corpos aos pedaços e a fumegar ainda nas ruas de Bagdad.Isso é ruím, Saw é insano.Eu,que sou uma pessoa medianamente sensível e impressionável,acho,acho mesmo, que a série Saw não deveria ser posta à venda no supermercado como embalagens de OMO.Os DVD estão fechados,certo, o filme não se mete pelos olhos dentro de ninguém.Mas,que diabo, aqueles filmes para mim são mesmo obscenos.É o porno do horror.É a never ending story de Jigsaw,-que eu pensava que tinha morrido numa das fitas anteriores, mas que já mostrou a carinha no trailer, por isso não há duas sem três, nem cinco sem seis,aqui está ele de novo,não sei como nem quero saber - um tipo que deseja ensinar o valor da vida a pessoas que em virtude dos crimes e pecados cometidos deixaram, em seu entender,de lhe atribuir o devido valor.Então Jigsaw cria jogos complicados jogos que implicam dor e sacrifício - sim, muita dor e sacrifício que só uma mente particularmente doente consegue arquitectar,estes argumentistas têm de sofrer de uma qualquer patologia para imaginarem estas coisas,só pode ser isso - para ensinar uma lição às vítimas.Quem não aprende a lição, morre.Eu nunca vi um filme destes,apenas excertos repugnantes.Eles já andam aí desde talvez 2003 e nessa altura o primeiro filme foi elogiado,isso eu recordo-me.Depois a qualidade tem diminuido,é o que dizem os fãs e os críticos, seja lá qual for a bitola usada para apreciar este estilo:número de gritos por filme,litros de sangue derramado,número de membros cortados,área de visceras espalhadas,número de objectos metálicos cortantes utilizados?!!Já devem ter percebido que este género não faz o meu género.Todavia vi os cartazes e achei que mereciam um pequeno destaque,em especial o terceiro, aqui no espaço das palavras que se cruzam com quaisquer coisas,até com delírios cinematográficos destes.Qualquer semelhança entre um talho mal amanhado e Saw talvez não seja mera coincidência.Melhor seria se os DVD no supermercado fossem parar à àrea dos frigoríficos onde se mostram as carninhas vermelhas.Aí,sim.

1 comment:

Jorge Castro said...

Terror garatuito... no thanks :)
Amanhã vai haver filme no impactus, aconselho, foi das melhores comédias que vi este ano :) acho que estreia dia 12/11

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...