8/16/09

Ou TUDORS ou nada?!Eu não...


A 3ª temporada da série Tudor, da cadeia Showtime, vai estrear no Reino Unido na próxima semana e nos EUA já se prepara a 4ª temporada.A 1ª foi nomeada para os Globos de Ouro. O guarda-roupa ganhou Emmys nas duas primeiras temporadas.Confesso que é uma das razões porque estou a seguir a 1º temporada,em reposição,pois eu já tinha visto a 2ª anteriormente.Aos sábados à noite,lá estou eu,verdade,eu adoro trapinhos antigos. Leio muitas opiniões de britânicos,cidadãos comuns que não são estudiosos da História,que se queixam da pouca fidelidade histórica da mesma.Isso faz-me pensar. Certo que os responsáveis meteram a pata na poça quantos aos factos da nossa História de Portugal e sem qualquer necessidade pois o episódio em questão não acrescenta especial interesse ao enredo!! Eu nunca imaginei o nosso D.Manuel,-O Venturoso,-como um velho caquético,bem pelo contrário!E a nossa corte,àquela data,não podia ser um sítio sem brilho, tínhamos alcançado a Índia!Deviam viver-se dias bem exóticos e luxuosos por esse tempo!Mas a liberdade criativa dos americanos foi mais longe:terem casado D.Manuel com uma inglesa que o asfixia de morte é realmente inclassificável.Nem sempre tenho muita paciência para o estilo folhetinesco do enredo,romance e intrigas de corte,danças e segredinhos ao ouvido.Apesar de considerar a série Tudors como entretenimento razoável, não compreendo estas invenções históricas e a avaliar pelo tratamento dado ao rei D.Manuel,mal imagino o que terão feito à história inglesa.Em cima disto quem faz a tradução também devia estar mais atento: aquilo que é referido pelos personagens como "the sweats" e que foi traduzido por "febre epidémica" é na realidade o que ficou realmente conhecido como a Doença do suor.Além disso não me parece que alguém possa dizer "Preciso que vades a Roma"...apareceu assim traduzido duas vezes.Português arcaico?!



Enredos inspirados mais ou menos vagamente em factos históricos são cativantes. O Império Romano é período que volta e meia está no pequeno ou no grande ecrã. Uma das últimas vezes que isso aconteceu na TV foi com a série Rome da cadeia HBO.Ganhou Globo de Ouro e outros prémios mas não passou além da 2º temporada.Os números associados à sua produção são quase irreais e dizia-se que os cenários construidos em Roma,nos estúdios da Cinecitta, tinham sido os maiores jamais construidos para uma rodagem.Se me perguntarem se prefiro quatro temporadas de Tudors ou uma de Rome, eu escolho esta última. A liberdade criativa é aqui menos escandalosa e a noção de espectáculo é superior.O enredo até é mais ou menos linear mas as personagens são estupendamente compostas.O guarda-roupa é um deslumbre,aliás, em termos de direcção artística Rome era o supremo luxo.Todavia, acabou...


Eu,Cláudio, I Claudius,da cadeia BBC, foi produzida nos finais dos anos 70.É uma das melhores séries de inspiração histórica.Menos luxuosa mas com diálogos e interpretações rigorosas.O video mostra um exerto hilariante protagonizado por John Hurt como o imperador Calígula.

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...