5/15/09

A MELHOR ANEDOTA DE PORTUGAL,para rir ou sorrir e votar


Há muito, muito tempo, quando eu via o mundo a 80 cm do chão, descobri na casa dos meus pais uma pilha de revistas Selecções Reader´s Digest. Por essa altura eu talvez já lesse Os cinco,Os sete e outros livritos semelhantes.Ou seriam antes os livros da Anita?!! As revistas entraram rapidamente nas minhas preferências talvez porque pareciam um livro e não uma revista.Nessa altura as minhas referências de revista eram a Crónica Feminina e algumas revistas de fotonovelas que a minha mãe recebia do Brasil e que eu achava muito estranhas com as suas fotos a preto e branco e balões com falas!As revistas das Selecções eram já da década de 50 e 60. O papel estava envelhecido e as imagens meio desmaiadas ou então eram mesmo assim. O esquema do sumário na capa era algo que eu adorava e começava por percorrê-lo e imaginar o desenvolvimento dos títulos.Depois lia as anedotas do Rir é o melhor remédio,depois passava para os Flagrantes da vida real. Também havia uma outra secção intitulada Ossos do ofício!!E citações ou pensamentos em rodapé.Eu achava aquilo tudo fantástico.Era muito variado e até tinha algumas imagens,não podia ser melhor! Depois lia artigos soltos,maiores, e por fim atacava uma espécie de condensado de um livro que ocupava as últimas páginas da revista. Muitas acabaram no lixo mas antes eu guardei as reproduções de pinturas que sempre ocupavam a capa de trás, não sei se ainda as guardo. Passaram anos e anos sobre essa pilha de revistas amarelecida. De vez em quando eu vejo uma revista Reader's Digest na mão de um leitor, no comboio,possivelmente, mas eu nunca mais li nenhuma.Hoje recebi um email a pedir o meu voto num concurso de anedotas que promoveram,ou seja, ainda devem manter as rubricas iniciais. Aqui fica o link para as anedotas. Nas Selecções do Reader's Digest rir ainda é o melhor remédio.
Um homem entra num bar e pergunta:«De quem é o São Bernardo que está lá fora?»Responde outro homem: «É meu. Porquê?»O primeiro aproxima-se dele e diz: «Lamento, mas o meu cão acabou de matar o seu.»O dono do São Bernardo fica perplexo: «Deve estar a brincar! Aquele cão é maior que um carro!»Diz o primeiro homem: «Bem, ele engasgou-se com o meu chihuahua.»

No comments:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...