10/9/08

COMO O MACACO GOSTA DE BANANA,EU GOSTO DE TI

Como já tive oportunidade de aqui escrever eu estou registada em mil e uma redes sociais. Um hábito que se generalizou entre os frequentadores desses espaços é fazerem copy-paste de fotografias com mensagens, umas vezes com brilhos e piscas-piscas,com ou sem legendas, mas sempre de gosto um pouco questionável:flores e mais flores,borboletas e cachorrinhos muito fofinhos são copiados e colados o mais automaticamente possível e sem qualquer marca de subjectividade,se é que alguém mais quer saber de comunicação personalizada ou sabe o que isso é. Eu até acharia alguma graça se recebesse uma mensagem cintilante pelo Natal ou Ano Novo,ou aniversário, épocas em que já nos habituámos às cintilâncias e achamos isso natural,próprio de festa.Mas nas redes todos os dias são Natal,Ano Novo, dia de aniversário, em simultâneo!As pessoas desataram todas a ser macacas de imitação:viram uma fazer, pensaram que era o que se devia fazer,que era moderno,inteligente,coisas da era blogosférica, e a gente agora que aguente. Já ninguém escreve!!Aquilo é uma espécie de subcultura das redes, eu costumo chamar-lhe design pimba,ele é o standard.E quem é que faz parte deste movimento? Quem é?Quem é?Não raras vezes depois de ter sido brindada com mais um cachorrinho cintilante eu clico no perfil do remetente e descubro na fotografia um homem barbado para lá de adulto.Recuperada do choque avanço para o perfil profissional e leio algo como engenheiro mecânico. Então fico perplexa,a sério que fico mesmo muito perplexa.Foi para isto que se fez o 25 de Abril? Ora, numa das redes eu tive mesmo o cuidado de escrever no perfil que não gosto muito deste tipo de coisa.Todavia ninguém lê os nossos perfis,é a conclusão a que eu chego depois de dia após dia ver acumularem-se nos meus comentários as mais espantosas fotografias e mensagens melosas dos meus/minhas dedicadas visitantes,homens e mulheres,sim,isto é uma onda bi-sexual,abrange ambos os sexos.Esta fotografia que o meu final de noite me trouxe até é das menos ofuscantes que tenho recebido mas não deixa de ser perturbadora.Digam-me o que hei-de eu ficar a pensar ao receber esta fotografia no correio? O que passou pela cabeça do mocinho que ma enviou?!Chegou como comentário gráfico puro e simples,sem qualquer mensagem escrita, nem o recorrente e tradicional "adiciona-me", nem o lacónico e tímido "olá"...E eu fico pasma a olhar e a tentar interpretar pois é o que eu faço continuamente com as imagens.Estará ele a dizer-me que é um macaco?!Achará ele que sou uma macaca?!E o bouquet de rosas brancas?!Rosas brancas costumam querer significar que a pessoa-neste caso,o macaco- se acha digno de nós.Inocência,pureza, coisas assim também se associam às rosas de cor branca.Quem tiver sugestões interpretativas interessantes que atire o primeiro bouquet.Eu acho que faria mais sentido que ele estivesse rodeado de bananas.Aí eu lembrava-me daquela música do José Cid, Como o macaco gosta de banana,eu gosto de ti...E o mocinho até talvez tivesse uma hipótese!


A minha palmeira é muito porreira, eu sei.
Mas no meu deserto tu foste o oásis que achei.
Tu ficas louquinha quando tiro a casca à banana.
Ficas tão tontinha que a tua cauda abana.
Como o macaco gosta de banana eu gosto de ti. (de banana!)
Escondi um cacho debaixo da cama e comi, comi. (de banana!)
Minha macaca gira e bacana, o teu focinho é que não me engana.
Pois se a macaca gosta de banana tu gostas de mim.
Como o macaco gosta de banana eu gosto de ti.
Um orangotango transformou um Tango num Rock.
É a nova moda que põe Portugal em amok.
Quem foi ao ataque foi o chimpazé e o saguini.
Minha macaquinha, estão apanhadinhos por ti.
Como o macaco gosta de banana eu gosto de ti. (de banana!)
Escondi um cacho debaixo da cama e comi, comi. (de banana!)
Minha macaca gira e bacana, o teu focinho é que não me engana.
Pois se a macaca gosta de banana tu gostas de mim.
Como o macaco gosta de banana eu gosto de ti.
A minha palmeira é muito porreira, eu sei.
Mas no meu deserto tu foste o oásis que achei.
Tu ficas louquinha quando tiro a casca à banana.
Ficas tão tontinha que a tua cauda abana.
Como o macaco gosta de banana eu gosto de ti. (de banana!)
Escondi um cacho debaixo da cama e comi, comi. (de banana!)
Minha macaca gira e bacana, o teu focinho é que não me engana.
Pois se a macaca gosta de banana tu gostas de mim.
Como o macaco gosta de banana
Como o macaco gosta de banana
Como o macaco gosta de banana eu gosto de ti.

1 comment:

Capitão Merda said...

Eheheheheh!
Há de tudo neste mundo de Cristo...

Surpreende-me que tenhas paciência para essas tretas, Belinha!

Bom fim-de-semana

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...