11/26/06

MÁRIO CESARINY DE VASCONCELOS (1923-Novembro 2006)




(Chegada dos portugueses ao Japão, frente e verso)

lembra-te

Lembra-te
que todos os momentos
que nos coroaram
todas as estradas
radiosas que abrimos
irão achando sem fim
seu ansioso lugar
seu botão de florir
o horizonte
e que dessa procura
extenuante e precisa
não teremos sinal
senão o de saber
que irá por onde fomos
um para o outro
vividos

             Mário Cesariny

3 comments:

Frel said...

Triste fim de 2006. E há poucos dias também o Robert Altman se foi embora. É tempo para revisitarmos esta poesia e este cinema.
Obrigado por nos relembrares esses poemas.

40 said...
This comment has been removed by the author.
40 said...

Olá, Belinha.
Fiquei satisfeito por você não deixar passar em claro o desaparecimento do grande Cesariny.
Indubitavelmente, as letras portuguesas ficaram mais pobres.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...